Doctor Who, Castle, Leverage, Hustle, True Blood, Hung, Hard times of R. J. Berger

Doctor Who

Docotr Who terminou sua 5ª temporada depois que teve um reboot em 2005. Nessa temporada tivemos uma troca geral de produtores, autores e atores. O resultado foi positivo mais um pouco aquém do que poderia. Por incrível que pareça o final da temporada pra mim não foi o melhor. Um final bom, mas com gostinho de que poderia ter sido melhor. Com certeza  o melhor episódio foi o do Van Goth. Mas essa temporada foi uma temporada de apresentações, nada poderia substituir o adeus de David Tennant nos especiais de 2009.  Agora que já conhecemos os novos personagens, creio que a temporada de 2011 será memorável.

Castle

Um amigo me falou da série e disse que eu ia gostar, demorei pra assistir, mas quando comecei, vi todos os epiódios da 1ª e 2ª temporadas numa levada só.  A série não é pretensiosa, com o típico caso da semana e tensão sexual entre o protagonista e a mocinha, no caso o escritor de sucesso Richard Castle e a detetive de Homicidios  da pólicia de New York. A série lembra The Mentalist na composição dos times. Uma detetive-Chefa, uns subordinados como elenco de apoio e escada para o protagonista e por fim um consultor mais inteligente que os policiais que acompanha os casos. Castle faz tudo isso com bom humor e os outros personagens que cercam a série são carismáticos. No Mentalista, todos os perosangens são mais apagados com exceçãodo próprio mentalista que não é tão simpático quanto Richard Castle.

Leverage

A terceira temporada começou morna, mas nos terceiros e quarto episódios já vemos a série no seu melhor. Destaque para o episódio 3 focado na Parker.

Hustle

Não conhecia essa série inglesa sobre tranbiqueiros aplicando golpes, o que eles chamam de Long Cons, ou golpes grandes que envolvem  esquemas complicados. A série começou em 1994 e segue até hoje. Ainda estou na 1ª temporada, mas podemos ver onde Leverage se inspirou. Diferente de Leverage onde os persoangens são todos cinemáticos. Hustle é mais real, os personagens são tranbiqeuiros em Londres aplicando golpes mais próximos da realidade,  levam tiros, golpes dão errado, etc… Leverage é heroes e Hustle é Misfits. Leverage é Gossip Girl, Hustle é Skins. Mais pé no chão, mas não deixa de ter bons roteiros e reviravoltas no final.

True Blood

A série na sua terceira temporada só melhora. Somos levados a um novo nível de bizarrice. Os produtores estão sem medo de ousar, cada episódio torna-se melhor que o anterior. A melhor série sobrenatural na TV atualmente. Uma série onde vampiros são vampiros e não aquela coisa Emo purpurinada de Crepúsculo. Me lembra bastante o RPG Vampiro: a Máscara tanto nos poderes dos vampiros quanto na estrutura de poder feudal entre eles. E que venham os Lobisomens.

Hung

A segunda tempora da série, sobre  o treinador da escola que tenta ser prostituto por ter um bilau grande, segue no mesmo nível da primeira temporada. Uma série divertida com os filhos mais bizarros que alguem pode ter.

The Hard Times of R. J .Berger

Série da MTV sobre adolescente nerd com bilau grande, A série é simpática e me diverti vendo os episódios. Entrou na minah lista de série que vou acompanhar. Seria  um pouco a linha nonsense de Glee mas sem os números musicais. O persoangem principal é bacana, sua musa inspiradora é de se apaixonar e seus melhores amigos nerds são … nerds. A cena que a quarentona enxuta, amiga dos pais do rapaz que praticam swing, resolve desvirginar  o protagonistae  é pega pelo marido que resolve fazer um menage é impagável.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s