Amigo do Roteirista

Num jogo de RPG de Comédia que eu gostava chamado “Mulheres Machonas Armadas até os Dentes” ou “Macho Women with Guns”, jogo esse que simulava de forma humorística todos os filmes da decada de 80 onde a heroina da hitória descia o pau em todo mundo. Ripley, Sonja, Sarah Connors, etc…  Havia uma vantagem especial que o persoangem podia comprar, a vantagem era “Amiga do Roteirista”.

Voces já viram aqueles desenhos onde o personagem da história tenta fazer de tudo ,mas  o desenhista vai mudando o fundo, repintando o personagem e ele só se ferra. Ou nos quadrinhos da mônica  onde o Mauricio aparecia pra colcoar ondem na casa e ajudar a turminha porque havia um novo roteirita/desenhsita fazendo horrores.

Isso equivale para séries de TV também. Em Star trek, o Capitão Kirk dava uma tesoura voadora meio carpado com salto mortal de costas e conseguia atingir o inimigo e vencer aluta. Só morria camisa vermelha. Em profissão Perigo, MacGyver,o protagonista fazia uma bomba nuclear com chiclete e arame e  acabava a aventura sem um arranhão, salvando o mundo.

Pensando um pouco na séries que etão em cartaz atualmente, percebi que tem uma que com certeza o protagonista deve ter essa vantagem. Não , deve ter mais…, ele deve ser  o “Amante do Roteirista”, ou coisa parecida. A série é The Mentalist, onde o protagonista é um cara que se fingia de vidente e agora ajuda a polícia da California.  Ele hipnotiza, sabe  o culpado antes mesmo da série começar, faz as deduções mais estapafúrdias e sempre acerta. Monta planos mirabolantes que sempre funcionam e pegam o bandido.  Seus colegas de departamento que treinaram anos parecem um bando de amadores perto dele. A série é boa, mas chega a irritar a discrepância do personagem foderosos que sabe tudo em relação a seus colegas.

Assista a The Mentalista, a série é boa, os casos são interessantes, os coadjuvantes são legais e depois me diga se o Pratrick Jane  não possui uma amizade colorida com os Roteiristas.

 

 

Uma resposta para “Amigo do Roteirista

  1. Eita, nem acho. É só assumir algo como fato. O personagem é um gênio que passou anos treinando essas coisas e todo tipo de truque. Tirando isso ele é uma pessoa comum, crises de ego quando erra (ele erra mais do que uma vez por episódio, diferente do house que pontualmente tem um erro quase fatal a cada ep mas tem uma epifania que o faz reverter o erro e virar super-herói). Vive fazendo besteira e se arrependendo, as vezes é pego nas próprias zoações e zoado pelos colegas. E é diferente de house, que tem idéias geniais que tira do nada simplesmente pq sim, sem mostrar de onde veio o raciocínio. Diferente do Lie to me e monk (onde isso funciona por ser uma comédia), onde fazem as deduções mais estapafúrdias e sempre acertam, no mentalist as deduções são muito mais fechadas, e muitas vezes o cara erra e vai corrigindo aos poucos. Diferente do cold case, onde os “domal” parecem estar loucos pra confessar e sempre são pegos só com uma conversinha mole, no mentalist os caras/moças fazem uma pressão forte quando conseguem uma confissão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s